segunda-feira, dezembro 11, 2006

Aprovação da legislação sobre o consumo de tabaco, é preciso!

Em Lisboa, e pedindo desculpas aos colunistas fumadores, proponho uns quantos sítios onde deveria ser proibido fumar, já:

Bar do Roma/Fórum Lisboa/Assembleia Municipal. Pastelarias Versailles, Mexicana e Benard'. Frutalmeidas. Biovitaminas, Cafés Luanda, Magnólia/Londres, Brasileira, Nicola e FNAC/Chiado.

Paulo Ferrero

4 Comments:

At 2:02 da tarde, Blogger André Bernardes said...

...mas que saudades dos lemas da geração dos meus pais, desse incontornável Maio de 68, como por ex. do célebre'é proibido proibir'!?

hoje em dia, o que impera (de impedimento, imperativo, imposição, imposto, império etc, etc) são mesmo as ordens, as declarações do tipo 'fatah'...

- será caso para estranhar a coincidência, a convergência de estilos e modelos de sociedade?

 
At 4:18 da tarde, Blogger Nascimento said...

Já agora, podia dizer o porquê de proíbir nesses sítios?

 
At 10:34 da manhã, Blogger O Carmo e a Trindade said...

Caro Nascimento,
Porque são locais que frequento e onde me irrita sobremaneira levar com a fumarada de quem quer potenciar a propensão a ter problemas sérios no coração, pulmões, traqueia, boca, dentes, etc., etc.. Apenas isso.
Mas há mais sítios, claro.
PF

 
At 10:43 da manhã, Blogger André Bernardes said...

...com todo o respeito pelo autor do texto inicial, não resisto a dizer, e como resposta ao último comentário, que a razão de ser, será muito provavelmente a mesma que leva alguém a lançar reptos deste tipo: uma visão centrada na sua própria pessoa, e por isso, referindo os espaços que mais frequenta, ou seja, nos interesses particulares de um determinado grupo...preparando-se para impor a todos os restantes o seu próprio modo de vida, hábitos e formas de estar! é que a questão, já não é se se trata de ser bom ou mau para a saúde, mas simplesmente de incluir os direitos individuais, de ser necessário, cada vez mais, de respeitar, e saber ouvir 'o outro'-notoriamente, um défice dos dias de hoje, que, por ser sintomático, torna semelhantes, ou equivalentes, as políticas fundamentalistas de quadrantes, até aqui, opostos ;)

 

Enviar um comentário

<< Home


referer referrer referers referrers http_referer