terça-feira, dezembro 05, 2006

A CML está ao rubro

É disto que a coscuvilhice gosta, a jogada de bastidores, o boato, o desmentido sobre o "diz tu, direi eu". Este momento é o "habitat" natural para o outro modo de fazer política. Neste momento, pouco importa se o regulamento A é cumprido ou não, ou se a volumetria do projecto B viola ou não o PDM, ou se as receitas para 2007 serão suficientes para as despesas, ou se as sarjetas estão entupidas e os vidrões a transbordar de lixo. Neste momento são os telemóveis e os sinais de fumo, os SMS, os pequenos-almoços e as outras refeições a marcarem o ritmo. Faites vos jeux!

Paulo Ferrero

1 Comments:

At 9:10 da tarde, Blogger opinto said...

A Lisboa de Eça de Queiroz perpetua-se em quase tudo, excepção para os SMS.

 

Enviar um comentário

<< Home


referer referrer referers referrers http_referer