sábado, dezembro 02, 2006

Revista De Imprensa (25)

Em 2007 vai haver ópera dentro das muralhas e projectos antigos, como o do núcleo museológico, vão ter início. O Castelo de São Jorge, em Lisboa, não perdeu visitantes pelo facto de se ter transformado num dos monumentos nacionais mais caros do país há dois anos.Faz hoje dois anos que a entrada no castelo deixou de ser gratuita e que a entidade municipal responsável pela gestão do espaço, a Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, passou a cobrar três euros por visitante. Em 2005 as entradas para o emblemático monumento de Lisboa subiram para cinco euros. A decisão foi tomada pelo vereador da Cultura da autarquia, José Amaral Lopes, que a justificou com a necessidade de financiar as avultadas despesas correntes e de conservação do monumento - cerca de 1,5 milhões de euros anuais -, bem como com a necessidade de pôr em marcha investimentos há muito previstos e sucessivamente adiados por falta de verbas disponíveis.
Público
Jorge Ferreira

1 Comments:

At 10:15 da manhã, Blogger biclaranja said...

Pois eu não voltei lá. E assim, não voltarei... Quando todos o fizerem acaba-se a mama.
Cumpts.

 

Enviar um comentário

<< Home


referer referrer referers referrers http_referer